Sub-Bacias Corrente

Território do Oeste da Bahia, onde se vive intensas disputas por água.

Território do Oeste da Bahia, onde se vive intensas disputas por água.

A bacia do Rio Corrente situa-se na região oeste da Bahia, está localizado em uma das extremidades do estado, limitando-se ao Sul com a bacia do Rio Carinhanha (divisa com Minas Gerais), ao norte com a bacia do Rio Grande, a leste com o Rio São Francisco e a oeste com a bacia do Rio Tocantins, limite da divisa entre os estados da Bahia e de Goiás.

Formada pelos rios: Rio Corrente, Correntina, Formoso, do Meio, Arrojado, Guará, Mutum, dos Morinhos, das Éguas, Santo Antônio, Arrojadinho, Pratudão, Pratudinho, dos Angicos, das Cauans; os Riachos do Mato, Galho Grande, Baixão das Cordas, do Vau, da Onça, dos Três Galhos, Santana; os Córregos do Ribeirão, Barreiro; Veredãozinho, Veredão ou Ponta DÁgua e Vereda do Bonito.

13 municípios: Municípios: Várzea Nova, Ourolândia, Campo Formoso, Mirangaba, Umburanas, Jacobina, Juazeiro, Miguel Calmon e Morro do Chapéu.

População total: 196.761 habitantes.

Mais informações: https://muraldooeste.com/o-territorio-da-bacia-do-rio-corrente/

A bacia é ocupada por muitos povos tradicionais como: Povos dos Gerais, Comunidades de Fundo de Pasto, Comunidades Quilombolas e Indígenas.

Entre 1980 e 1987, pesquisas arqueológicas descobriram e cadastraram várias dezenas de assentamentos indígenas distribuídos sobre o vale do São Francisco e próximo de seu tributário, o rio corrente, e aos afluentes Arrojados, Formoso, das Éguas ou Correntina, do Meio, Santo Antonio, em terras dos atuais municípios de Correntina, Jaborandi, Santa Maria da Vitória, Santana e São Desidério.

Fonte: Plano territorial de desenvolvimento sustentável da Bacia do Rio Corrente.