O massacre da Lagoa da Serra (2007)

Vale do São Francisco, Oeste da Bahia, 1972. Os posseiros da Fazenda Lagoa da Serra sofriam pressão dos grileiros para abandonar suas terras. O conflito terminou com a queima de todos os casebres e a expulsão das famílias. O massacre nunca foi julgado.

Casos como este são contados em muitas regiões, principalmente onde há fartura de água. Ao mesmo tempo, são poucos filmes que abordam a questão diretamente.

O diretor é ex-garimpeiro e lavrador e, atualmente, dedica-se à produção cultural. E o filme conta com depoimento de pessoas que viveram o massacre além do testemunho de Frei Luís Cappio.

Direção: Juvenal Neves
Produção: Três Marias cinema e vídeo
Financiamento/patrocínio: Petrobras
Roteiro: Juvenal Neves
Câmera: Marcelo Góis
Som: Fabrício Costa
Edição: Marcelo Góis, Gabriel Gussem

Fontes:
Catálogo da XXXIV Jornada Internacional de Cinema da Bahia (Salvador-BA, 2007)
Site do programa “Revelando os Brasis”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *