Cacunda di Librina (2007)

Cacunda di Librina, assim são também conhecidos os Geraizeiros, um povo tradicional que vive nos cerrados e em faixas de transição para a caatinga na região do sertão do Norte de Minas Gerais. Essa população vive do manejo dos recursos desse bioma e ali constituem sua cultura, “…cê sabe, a verdadeira identidade dos Geraizeiros? Farinha, goma, pequi e cachaça hoje” diz um dos personagens do filme. daí a frase “o povo precisa do cerrado” estampada nas camisas e faixas levadas a segunda Conferência, em um dos encontros promovidos por estas comunidades que vêm reagindo a expropriação de suas terras e a degradação ambiental provocada pela expansão da monocultura de eucalipto que atinge os seus territórios desde os anos de 1970. A luta dos povos do cerrado é evidência de como a afirmação por uma identidade caminha junto com esferas ambientais e políticas.

Produção: Helen Santa Rosa; Carlos Alberto Dayrell
Direção: Luciano Dayrell
Fotografias: João Roberto Ripper

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *