Em cinco atos – o desembarque, o trabalho na construção civil, o trabalho na indústria, a caridade das religiões e o retorno – o filme delineia a trajetória do migrante nordestino buscando o sonho do progresso na metrópole paulistana. Sublinhado pela narrativa de cantadores de viola, “Viramundo” desmonta o mito do famanaz, oriundo da literatura de cordel, o herói do sertão que, abandonando a terra natal, torna-se famoso pelas fabulosas proezas de trabalho e esforço de que é capaz. A realidade nem sempre respeita o mito.

+ SIGA O BEIRAS NO INSTAGRAM e acompanhe as indicações de filmes e coleções enviadas semanalmente.


Ficha
  • Autoria: Geraldo Sarno
  • Ano: 1965

Localização

Povos e Comunidades Tradicionais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *