“Quede Água tem esse sentimento do oportuno. A gente está falando de uma crise hídrica vivemos no mundo. E falando da necessidade que nós culturalmente temos que aceitar isso e fazer alguma coisa. A canção tem outra peculiaridade, o peso das próprias palavras. Cabe à gente que está interpretando determinadas palavras, descobrir esse tom onde a palavra ganha e perde um pouco desse peso. Em Quede Água levou um tempo até descobrir o tom íntimo de dizer aquele texto, quase no pé do ouvido, chamando atenção para necessidade da urgência da gente encarar de fato a água, a escassez dela e o futuro possível neste planeta”.

(Lenine)

+ SIGA O BEIRAS NO INSTAGRAM e acompanhe as indicações de filmes e coleções enviadas semanalmente.


Ficha
  • Autoria: Lenine, Carlos Rennó
  • Ano: 2017
  • Duração: 7 minutos

Localização

Povos e Comunidades Tradicionais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *