Curadorias Tecnologias da transformação

Dialogar e experimentar para transformar

Dialogar e experimentar para transformar

Para que as tecnologias possam ser reinventadas e aplicadas de forma efetiva o que só pode ser feito se houver um diálogo entre os agentes sociais e a comunidade em questão, caso contrário não há transformação social. Em ‘Pescador de Livros’, Léo do Peixe, amante de livros por vocação e pescador por profissão, une as duas paixões para criar uma biblioteca para a sua comunidade. O hábito da leitura que em Léo já se encontra tão arraigado buscou formas de ganhar e transformar aqueles do seu convívio através de um simples ato de emprestar livros em praça pública.

O ‘Projeto PAIS’ produzido pelo Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas, é um registro do uso das tecnologias para melhorar os métodos de cultivo e manejo das plantações. Esses conhecimentos e práticas ainda que tenha muito do campo da observação e do experimento também mergulha no universo acadêmico, deixando explícito a necessidade de universidades que dialogam diretamente com os camponeses. Em ‘Universidade Federal do Oeste da Bahia’ um documentário sobre a implantação do novo campi mostra a urgência dessa aproximação e dos benefícios que centros de ensino superior trazem quando saem do centro e se voltam para o campo.