Povos e Comunidades Tradicionais Beiradeiros

Moradores de margens do rio São Francisco, desenvolvendo a pesca, a agricultura de vazante, a caça e o artesanato.

Moradores de margens do rio São Francisco, desenvolvendo a pesca, a agricultura de vazante, a caça e o artesanato.

Povos tradicionais que desenvolviam atividades circunscritas à estreita faixa de terra que margeia o rio São Francisco, e que era umedecida por ele e dele vivendo. Os moradores desse espaço passaram a ser denominados ou a se autodenominar de beiradeiros, em contraposição à população das caatingas. Voltando suas atenções para a pesca, para a agricultura de vazante, para a caça, e para o artesanato. Resultaram do processo em que povos indígenas escaparam de suas terras fugir dos massacres e que não foram alcançados pela ação dos missionários, nas margens e em algumas ilhas do rio São Francisco.
 
Fonte: Pesquisa “Até aonde a memória alcança: um estudo sobre caatingueiros e beiradeiros no submédio do vale do rio São Francisco”, de Esmeraldo Lopes Gonçalves (UFPE). Disponível em: http://repositorio.ufpe.br/bitstream/handle/123456789/9903/arquivo9389_1.pdf?sequence=1&isAllowed=y